Amplifica Castro Alves Juliano Holanda

29 Nov 2013 21h Galeria Café Castro Alves

 

O projeto "Amplifica Castro Alves" funcionará todas as sextas-feiras e é fruto da parceria entre o Café Castro Alves, o Garganta Records (Alessandra Leão - curadoria) e Altovolts (Amplificadores).

A proposta aqui é realizar shows intimistas no nosso espaço utilizados os amplificadores da Altovolts como único recurso de sonorização. Todos os instrumentos e voz, serão amplificados dessa maneira e a nossa programação é pensada justamente com o propósito de brincar com esse "desafio", no caso de formações que não usem amplificadores habitualmente.

O compositor e instrumentista Juliano Holanda abre o projeto num show especial com participação de Areia (baixo), Isadora Melo e Joaquim Izidro (voz) e Vertin Moura (bandolim).



TODAS AS RESERVAS SÃO LIBERADAS A PARTIR DAS 20:15H
.


Sobre Juliano Holanda

São mais de 100 composições gravadas, participações em mais de 30 discos e milhares de palcos pisados. Por trás de arranjos, canções, artistas e projetos representativos de um Pernambuco musical contemporâneo, Juliano Holanda é quase onipresente. Solicitado letrista, compositor, arranjador, produtor musical e instrumentista, prefere não se fazer ver. Mas sabe bem como se fazer ouvir.

Resolveu sair dos bastidores e lançou seu primeiro trabalho solo em maio desse ano: A arte de ser invisível. “Eu sempre me coloquei como um músico de background, nunca tinha pensando em fazer um trabalho solo, necessidade que foi surgindo com o tempo”, conta Juliano Holanda. “Houve um amadurecimento natural. O meu processo de criação é diário. Componho quase todos os dias”.

Se no primeiro disco (A arte de ser invisível), que saiu do forno em junho de 2013, o artista convidou intérpretes para gravar suas canções. No segundo (Pra saber ser nuvem de cimento quando o céu for de concreto), que chega às lojas no final de agosto, ele resolveu cantar todas as faixas, acompanhado apenas por um trio (baixo, guitarra e bateria). “É um trabalho mais cru, com pegada mais rock que o anterior, já que a guitarra é o instrumento principal, e submeto as canções a uma lógica mais de banda.”

Juliano Holanda traz na bagagem influências da sua cidade, Goiana, Mata Norte de Pernambuco. Conhecida como a "cidade dos músicos", é também terra de mestres regionais como Maestro Duda, Guedes Peixoto, Capitão Zuzinha, entre outros. Lá também estão a Saboeira e a Curica, duas bandas tradicionais do estado, com mais de um século de vida.

Os shows serão realizados no nosso estúdio/galeria, que tem capacidade para 55 pessoas.

LOCAL

Galeria Café Castro Alves

Rua Capitão Lima, 280 Santo Amaro Recife - Pernambuco, República Federativa do Brasil
Recife, Pernambuco

Comentários