Feria Moquear de empreendedorismo.

01 Nov 2014 20h - 01 Nov 2014 23h Baía do Sol

A Baia do Sol é uma pequena comunidade de pescadores com 7.000 habitantes, localizado na Ilha do Mosqueiro pertencente à cidade de Belém-Pará, região norte do Brasil. Esta comunidade enfrentava um grave problema de desenvolvimento econômico devido o comércio local ser pequeno e pouco desenvolvido em virtude dos moradores se deslocarem até a Vila do Mosqueiro (parte urbanizada da Ilha) ou irem até a capital Belém para fazer suas compras e realizar serviços em geral (consulta médica, atendimento jurídico, serviços bancários e outros), fragilizando os laços comunitários, as tradições e os costumes locais e enfraquecendo a economia da Ilha.

Em agosto de 2008 algumas lideranças comunitárias da Baia do Sol, foram até Fortaleza conhecer a experiência do Banco Palmas (primeiro Banco Comunitário do Brasil), que conseguiu transformar a favela do Conjunto Palmeira, em um bairro popular com grande vigor econômica, e que hoje serve de experiência para tantas outras comunidades e é referência em Finanças Solidárias no Brasil, e, por conseguinte, após vários processos organizativos comunitário, no mesmo ano fizemos uma parceria com o Banco Palmas, ao qual nos ajudou a criar o nosso próprio banco comunitário.

Em 16 de janeiro de 2009 inauguramos o Banco Comunitário Tupinambá, ao qual se tornou o primeiro Banco Comunitário na região amazônica, com o objetivo de gerar trabalho e renda na comunidade da Baia do Sol, e multiplicar a experiência em outras comunidades da região Amazônica.

Para poder criar mais institucionalidade e poder assinar contratos e convênios com entidades do poder público e instituições financeiras públicas e privadas, criamos em 2011 o Instituto Tupinambá, uma entidade da organização civil, que tem como foco o desenvolvimento social, cultural e financeiro da comunidade de Baía do Sol e da Ilha do Mosqueiro e consequentemente a expansão para toda a região.

O Instituto Tupinambá implementa projetos de trabalho e geração de renda, focados na superação da pobreza urbana e rural.Nesse sentido criamos o projeto Ceci mulheres que surgiu da necessidade de identificar, trabalhar e contribuir na solução de problemas sociais que frequentemente são as causas principais da existência de distintas barreiras que impedem um crescimento pessoal e social das mulheres.

Começando assim a criação de relações próximas a base de confiança, respeito, solidariedade e compreensão com as mulheres do programa bolsa família.

O projeto Ceci mulheres busca beneficiar as Mães do programa bolsa família, a fim de criar uma fonte de renda alternativa às mesmas, através da capacitação técnica/ produtiva em diversas áreas, inclusão financeira e acompanhamento social.

Por isso iremos realizar dentro da semana do empreendedorismo uma feira de empreendedores locais a qual chamamos: FEIRA MOQUEAR DE EMPREENDEDORISMO.

Comentários