Figueroas

11 Jun 22h Amici's Bar Fortaleza

Amici's Bar apresenta:
FIGUEROAS
para alegrar a sua véspera do Dia dos Namorados, um super show com o mais novo candidato a fenômeno da música popular brasileira.
Sábado, 11 de Junho, 22h

SOBRE FIGUEROAS
É de tempos em tempos, de geração em geração, que surge uma personalidade artística como Givly Simons. A personificação do Figueroas – banda alagoana formada por ele e pelo músico, arranjador e produtor Dinho Zampier – chegou para preencher um espaço deixado vazio há tempos na seara da música popular brasileira. Complexo e completo, Givly Simons surge como um artista nato modelado por referências aparentemente incompatíveis – leveza e provocação na mesma me...dida. Numa pessoa só estão o jovem antenado, pesquisador, tatuado e descolado e também senhor bigodudo, cafona e boa praça. Eis o seu charme, eis o seu segredo: enganosamente ‘fake’, ele usa e abusa do kitsch e do clichê com autoridade e o pertencimento exclusivo dos autênticos. Mas não basta ser persona. Na música, é preciso soar bem também. E aí, bastaram cair na internet e as faixas de Lambada Quente (2015) conquistaram na velocidade dos cliques um público amplo e heterogêneo. As curtidas chegam de toda a parte: do bairro nobre e da periferia, do tiozão e da novinha, do pensador e do pegador, do descolado e do brega. A ‘lambada quente’ não tem preconceitos e muita gente está adorando a despretensão sedutora do Figueroas. Puxado pelo carisma contagiante de Givly Simons e pelas canções de balanço e sutileza irresistíveis, o Figueroas oferece um convite ao desprendimento. Não tem quem fique parado ao som de Gatinha, Gatinha, Bangladesh, Fofinha, Melô do HD ou Titinena, numa coleção de hits memoravelmente simples e saborosos como há tempos não se ouvia. As referências estão lá. Aldo Sena, Edson Wander, Alípio Martins e toda a constelação da chamada música brega brasileira – aliás, há tempos uma declaração de admiração não soava tão poética quanto a pérola: “Eu nunca tive problema grande / Graças a Aldo Sena e Edson Wander”. Se Givly se confunde com o Figueroas, o grupo precisa de sua outra metade para verdadeiramente pegar fogo com sua lambada matreira: Dinho Zampier. Nome de referência como arranjador e produtor do circuito musical alagoano e integrante de destacados grupos da cena local - Wado, Mopho, Vitor Pirralho, Junior Almeida, entre outros –, Zampier traduziu as ideias de Givly Simons para uma sonoridade contagiante logo de cara. A habilidade para compor músicas deliciosamente grudentas, as soluções certeiras para os arranjos, a direção artística precisa dos músicos convidados e o toque magistral na produção aveludada – tudo isso veio da outra cabeça inquieta e talentosa que forma o Figueroas. E nem pense a dupla está forçando a barra ao buscar reverenciar o gênero mais ouvido e, ao mesmo tempo, renegado do cancioneiro nacional. Duvida? Então basta fuçar a discoteca de Givly Simmons e o currículo musical de Dinho Zampier para constatar que ambos assimilaram a diversidade da cultura musical brasileira desde a infância. Com a versão em vinil de Lambada Quente prestes a ser lançada pelo selo Läjä Records, de São Paulo, o Figueroas de Givly Simmons e Dinho Zampier já estreou nos palcos e vem arrebatando as multidões por onde passa. Dito isso, fica a dica: conheça, escute, curta e compartilhe o mais novo candidato a fenômeno da música popular brasileira. Com vocês, Figueroas!

LOCAL

Amici's Bar Fortaleza

Rua Senador Almino, 349 - Praia de Iracema, Fortaleza - CE, Brasil
Fortaleza, Ceará

Comentários