A não violência e a Cultura de Paz na prática

23 Jul 2013 16h - 23 Jul 2013 20h Sala Cubo Mágico / HUB Vila Madalena

É fundamental que a população tenha acesso ao contexto teórico em que muitos movimentos, como Fora do Eixo, Occupy, a efervescência dos jovens, o próprio Hub, o fortalecimento dos movimentos sociais, dentre outros, que se encaixam nesta nova onda de amor, compaixão e solidariedade - que Gandhi e outros líderes ativistas pela paz já preconizavam.

 

Nesse sentido, a atividade trará aos participantes um momento de compartilhamento de experiências, partindo da vivência da facilitadora na Avon, com a criação da Política de Desenvolvimento Sociocultural e no Instituto Avon na campanha Fale Sem Medo - Não à violência doméstica, que durante três anos inovou ao estabelecer o enfrentamento da violência doméstica pelo ponto de vista da prevenção, pelo entendimento de como um conflito pode se tornar violência ou coexistência.

 

Seja para tomar decisões ou compartilhar boas práticas, os conhecimentos como resiliência, diálogo e afins são fundamentais para o mundo novo que está sendo gestado por todos nós.

 

A experiência: 

Onde estamos? De onde viemos?

Uma breve viagem no tempo para entender que somos um portal entre o passado, desde o início do universo, e o futuro, por meio do protagonismo ativo no presente.

A invisibilidade das ações edificantes

A qualificação da escuta, o trabalho de diálogo, os processos circulares na construção da paz, mediação e transformação de conflitos, das culturas de dominação para as culturas de parceria.

 

As ações restaurativas e a não violência. Novas dinâmicas de convivência: as redes, sua funcionalidade e alcance.

A democratização do conhecimento, das fontes de informação.

Seja para tomar decisões ou compartilhar boas práticas, os conhecimentos como resiliência, diálogo e afins são fundamentais para o mundo novo que está sendo gestado por todos nós.

 

A experiência: 

Onde estamos? De onde viemos?

Uma breve viagem no tempo para entender que somos um portal entre o passado, desde o início do universo, e o futuro, através do protagonismo no presente.

A invisibilidade das ações edificantes

A qualificação da escuta, o trabalho de diálogo, os processos circulares na construção da paz, mediação e transformação de conflitos, das culturas de dominação para as culturas de parceria.

 

As ações restaurativas e a não violência. Novas dinâmicas de convivência: as redes, sua funcionalidade e alcance.

 

. Criação e cocriação nas redes de solidariedade e cidadania.

 

Cultura de Paz como aspiração e compromisso cotidiano para respeitar e legitimar toda manifestação de vida na sua exuberante diversidade criativa. “

 

O propósito: 

Disponibilizar informação qualificada, contextualizada e compartilhar na prática conceitos ligados à coexistência - fundamentais, não somente para os empreendedores sociais, como para todos os interessados na construção de um novo mundo de protagonismo individual.

 

Facilitadora:

 

Cida Medeiros é pesquisadora multidisciplinar independente de metodologias que levem à prevenção da violência estrutural, é articuladora de ações da prevenção da violência e de uma nova consciência a respeito da coexistência pacífica. Possui larga experiência na estruturação, planejamento e execução de ações ligadas a estes saberes, tendo como destaque:

 

- as quatro últimas pesquisas nacionais lançadas pelo Instituto Avon a respeito das percepções sobre a problemática da violência doméstica e da detecção precoce do câncer de mama;

- a criação e execução do projeto Rio em Rede: um conjunto de ações socioculturais com vistas à reflexão e conscientização sobre a violência e sua redução, com supervisão do Observatório de Favelas, RJ;

 

- a idealização e coordenação do Seminário Não Violência Doméstica, que circulou por sete capitais brasileiras, chegando a 1,4 mil profissionais das principais organizações que lidam com esta temática, contando com a parceria da Associação Palas Athena;

- a coordenação da Fotonovela e Radionovela Futuros Possíveis em duas versões, idealizada em parceria com o Cecip e Instituto Noos, RJ e Cipó Comunicação Interativa, Bahia;

- a estruturação de um sistema de apoios e patrocínios para a Avon, organizados na Política de Desenvolvimento Sociocultural, que garantiu recursos para a viabilização de mais de cem projetos socioculturais em várias localidades brasileiras, além da produção do filme Amor?, do cineasta João Jardim, do filme Brincante, sobre a vida de Antônio Nóbrega, e do filme com o protagonismo de Regina Casé, Que horas ela volta?.

 

LOCAL

Sala Cubo Mágico / HUB Vila Madalena

Rua Fradique Coutinho, 914, São Paulo, República Federativa do Brasil
São Paulo, São Paulo

Comentários