Intersetorialidade e imunidade tributária

27 Nov 2014 19h Templo 8

O PLEC traz Dr. Tomáz de Aquino Resende para refletir sobre o trabalho no terceiro setor, ou seja, nas associações, fundações e cooperativas. A reflexão será sobre a intersetorialidade. Essa incorpora a ideia de integração, de território, de equidade, enfim dos direitos sociais. Visa, também, o desenvolvimento social e a superação da exclusão social.

“Falamos aqui ,por exemplo, de 250, 260 crianças, de 0 a 5 anos que vão morrer por dia (cem mil por ano) no País, boa parte delas por causas evitáveis, tais como falta de acesso ao alimento, falta de acesso aos cuidados básicos de saúde, falta de oportunidades na vida. Vejam que falamos de tantas vítimas quantas as da queda de um grande avião de passageiros por dia. Um avião e meio por dia caindo aqui só com crianças. É um tsunami por ano, é uma bomba atômica por ano. (Tomaz de Aquino Resende)”

Dr. Tomáz é Promotor e Procurador aposentado. Especialista e consultor em Terceiro Setor. Foi o idealizador e coordenador do Centro de Apoio Operacional às Alianças Intersetoriais do Ministério Público de Minas Gerais (CAOTS). Autor de três livros sobre fundações, associações e Terceiro Setor. Sua reflexão será valiosa, sobre INTERSETORIALIDADE E IMUNIDADE TRIBUTARIA.

Aguardamos vocês no dia 27 de novembro no Templo 8, Praça Tiradentes, às 19 horas. Vagas limitadas.

“Tenho, insistentemente, sustentado que os gravíssimos problemas sociais e ambientais que nos afligem só terão soluções , ou terão suas consequências minimizadas se houver envolvimento sério e organizado dos três setores que compõem o estado: Governo, Mercado e Terceiro Setor. (Tomaz de Aquino Resende)”

Comentários