O BEIJO ASFALTO TEATRO APOLO (DESPEDIDA DOS PALCOS*).

31 Jul 2016 19h - 31 Jul 2016 21h

Baseada no texto original escrito por Nelson Rodrigues, em 1961, “O Beijo no Asfalto”, com encenação assinada pelo diretor Claudio Lira, está de volta aos palcos!

A montagem estreou no Rio de Janeiro em agosto de 2012, integrando o projeto “Nelson Brasil Rodrigues: 100 Anos do Anjo Pornográfico”, iniciativa da Funarte. Em seguida, foi apresentada em Recife, dentro do Festival Internacional Janeiro de Grandes Espetáculos. Fomentada pela Funarte, a peça fez sua turnê nacional passando por cidades como Natal, João Pessoa, Recife e Porto Alegre. Agora, o espetáculo faz temporada nos palcos recifenses com o incentivo do FUNCULTURA 2013/2014, a partir do dia 20 de maio.

Esta versão de “O Beijo no Asfalto”, respeita o texto original, mas não teme acrescentar detalhes contemporâneos à trama, como a referência às redes sociais e as inserções de imagens em vídeo, num paralelo ao imediatismo atual da mídia. Suprime ainda as referências ao universo carioca, Tanto que a história passa a acontecer no centro de qualquer grande cidade.

A trama mostra a reviravolta que acontece na vida do jovem Arandir, que socorre um desconhecido atropelado e, atendendo a um pedido deste à beira da morte, lhe dá um beijo na boca. Um repórter presencia o fato e vê no ato de um homem beijar outro homem a possibilidade de ganhar dinheiro. O caso ganha grande espaço na imprensa, sendo explorado com extrema crueldade tanto por jornalistas quanto por policiais sem ética e que não temem invadir a privacidade familiar.

Por causa deste embaraçoso ato de misericórdia – um beijo na morte – presenciado por um repórter sensacionalista, um escândalo social se avoluma. A exploração da imprensa é tanta, que a história ganha outros contornos, retratando os dois homens como amantes em um crime passional.

A partir daí, a vida do jovem se transforma e nem mesmo sua mulher, Selminha, acredita que ele é inocente, ainda mais diante das insinuações do pai dela, Aprígio, que sempre manteve o pé atrás com o genro. Explorando o caso, Amado Ribeiro, o tal jornalista, e Cunha, um delegado corrupto, destroem a reputação de Arandir e de sua família, levando todos a um desfecho trágico e surpreendente.


SERVIÇO:

TEMPORADA DE "O BEIJO NO ASFALTO"

30 E 31 DE JULHO

SÁBADO, ÀS 20h DOMINGO, ÀS 19H

INGRESSOS: R$ 30,00 (inteira) R$ 15,00 (meia-entrada)
Comentários