Processo seletivo PPGSCOL (De 05/10 À 03/12/2015)

03 Dez 2015 17h UNESC

Objetivos

Formar profissionais e gestores na área da saúde para qualificação e inovações da gestão na saúde, com foco no cuidado e educação, contando para isto com competência para pesquisa e análise crítica nos temas da epidemiologia aplicada, a promoção da saúde, educação e gestão do trabalho.

Objetivos Específicos

Instrumentalizar profissionais de saúde e gestores das redes e serviços de saúde, para que estejam aptos a:
a) Identificar as melhores evidências para a tomada de decisões em saúde;
b) Utilizar métodos epidemiológicos para descrever e analisar situações de saúde de coletividade, gerar informações que possibilitem a formulação de proposta de intervenção nos serviços de saúde;
c) Avaliar e desenvolver novas tecnologias para promoção da saúde na perspectiva da integralidade do cuidado e produção de autonomia;
d) Desenvolver e aplicar programas de educação em saúde na perspectiva na mudança do processo de trabalho e qualificação da gestão;
e) Produzir conhecimentos a partir de investigação, que subsidiem o desenvolvimento de produtos e intervenções para qualificação das redes de serviços.


Linhas de Pesquisa

Educação e gestão do trabalho na saúde

O trabalho em saúde. Processos de Trabalho. Gestão do Trabalho. Profissões da Saúde e modelo formativo. Educação no Trabalho. Educação Permanente. Educação como dispositivo da gestão do trabalho. Pesquisa as relações que se estabelecem entre o ensino e a gestão dos serviços de saúde, com foco na educação permanente, entendendo-a como ferramenta pedagógica, e dispositivo de gestão do trabalho. Estes estudos consideram os processos de ensino-aprendizagem com base nos cenários de práticas na saúde e servindo como dispositivo para a reorganização dos processos de trabalho.
A Educação Permanente em Saúde articula ao mesmo tempo a dimensão do trabalho e da aprendizagem. Desenvolvimento de estudos concernentes à política educacional e de saúde, bem como a compreensão do ensino-aprendizagem nos processos de trabalho em saúde, tendo como foco a aprendizagem significativa, as metodologias ativas e os processos avaliativos.

Epidemiologia aplicada em serviços de saúde

Estudos e pesquisas epidemiológicas relacionadas às doenças crônicas não transmissíveis, envelhecimento, transtornos psiquiátricos, saúde do trabalhador e saúde da mulher. Análise de situação de saúde. Sistemas de Informações e avaliação de tecnologias em saúde. Utilização das ferramentas da epidemiologia para a tomada de decisões no âmbito da gestão e da assistência à saúde, dimensões inseparáveis dos processos organizacionais e de práticas em saúde, do cuidado e na organização de projetos e programas nas redes de atenção e vigilância à saúde. Estudos de evidência científica e sua aplicação nos serviços.

Promoção da saúde e integralidade

Estuda a Promoção da Saúde como um dos elementos que compõe a prática da integralidade, operando com as dimensões objetivas e subjetivas de produção do cuidado. A inserção e permanência de usuários em programas para a promoção de estilos de vida saudável, com ênfase na atividade física e na nutrição, considerando as diferenças de modos de vida, de inserção social, de cultura, hábitos, como requisito para a autonomia e o cuidado de si. Estudos de integralidade em saúde com foco no desenvolvimento de novas tecnologias, práticas e políticas na promoção da saúde.


Comentários