UM NOVO OLHAR SOBRE A CONSTRUÇÃO CIVIL

27 Nov 2014 20h GOMA

EVENTO CANCELADO! EM BREVE NOVA DATA! 


A Materiabrasil convida para palestra "Um Novo Olhar sobre a Construção Civil", inscreva-se:

A construção civil é o setor que mais potencializa os impactos na Terra, seja positivamente ou negativamente. Desde os primórdios da humanidade o ser humano busca cobijos (abrigos) para se adaptar as condições climáticas do entorno. Passamos mais de 20hs/dia protegidos em algum abrigo, seja ele o transporte, casa ou trabalho.

De onde vem e para onde vão todos os materiais envolvidos em uma construção? Certificações ambientais, prós, contras, e como fazer? Arquitetura bioclimática, análise de ciclo de vida, simulações energéticas, escolha de materiais, cuidados de obra, gestão das águas, energias renováveis e eficientes são alguns dos temas presentes nesta palestra que busca mostrar novos caminhos para relacionar-se com as construções de casas e prédios tendo como norte, um impacto positivo sobre a sociedade e o ambiente.

Bruno e Nicolas darão dicas bem valiosas vindas das experiências de trabalho como consultores de sustentabilidade em alguns empreendimentos do Brasil.

Venha participar desta conversa e conhecer a Goma, um espaço de colaborativo no coração da zona portuária.

Sobre os educadores:

Bruno Temer

Designer (ESDI) e Eng. Ambiental com grau adicional em Engenharia de Materiais e, desde 2009, é Mestre em Engenharia de Materiais.

Sócio-diretor da MateriaBrasil, estúdio de design e inovação em produtos e serviços. Empresa co-fundadora da Goma.

Nicolas Gomez

Designer (PUC-Rio), é mestre em Arquitetura Sustentável pela UPM (Universidad Politécnica de Madrid) e pós-graduação em Educação Ambiental pela PUC-RIo.

Experiência de trabalho como artesão de bioconstrução e permacultura; professor de cursos de permacultura e bioconstrução; consultor de construções sustentáveis para escritórios de arquitetura.

Maiores Informações: mbsaber@materiabrasil.net | 21 2233-3126

LOCAL

GOMA

Rua Senador Pompeu, 82, Centro
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Comentários